quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Método de alfabetização - Lição 3 - Movimentos de dedo



Depois de ensinar os caracteres de dedos e suas combinações, deve-se apresentar os  diacríticos que indicam os movimentos de dedos.  Esses movimentos podem ser apresentados por meio da narrativa a seguir:



A dança dos dedos

Adriana Lessa-de-Oliveira


História infantil criada dentro do projeto de extensão “Alfabetização de surdos em LIBRAS: projeto piloto de ensino da escrita SEL”, vinculado ao projeto de pesquisa “Inclusão de pessoas surdas no mundo letrado: proposta de criação de um sistema de escrita para LIBRAS e de métodos de alfabetização em LIBRAS e em português para pessoas surdas” (UESB/FAPESB/CNPq).

 
Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB
Em parceria com a Escola de Educação Especial Lions Clube




Depois de terem aprendido que trabalhando juntos eles podiam realizar muito mais, os dedos da mão decidiram sempre procurar a colaboração dos irmãos, quando fossem realizar alguma coisa.
Foi assim que um dia, o dedo Indicador convidou o dedo Médio para dançar.




Um cai para frente, outro para trás, vai e volta. Opa! Eles acabaram criando um passo de dança, que deram o nome de ZIGUEZAGUE - .



O dedo Médio disse para o Indicador:
Agora vamos um para a esquerda e o outro para a direita.  Vai e volta, vai e volta.
Assim criaram outro passo que chamaram de TESOURA - .


  

O dedo polegar achou aquilo muito interessante e disse:
Também vou inventar um passo.
Dobra, estica, dobra, estica. E criou o passo DOBRAR DEDO - .





Os outros dedos também acharam aquilo muito interessante e divertido e resolveram participar da dança.




Em meio a maior animação, o dedo Polegar disse para o Indicado:
­– Vamos Indicador, fecha junto comigo.
E o Indicador respondeu:
Agora abre junto comigo, Polegar.
Estavam criados mais dois outros passos: o passo ABRE - 
e o passo FECHA -.




Repetindo cada um desses passos, criaram dois outros: ABRE-ABRE --  e FECHA-FECHA -.


  

Mas o dedo Anelar teve a ideia de criar um passo que seria a junção desses dois. Ele disse para os irmãos:
Todos juntos, vamos: Abre! Fecha! Abre! Fecha!
E assim se criou o passo ABRE-FECHA -.





Todos os dedos experimentavam fazer juntos cada passo criado. Aquela dança estava cada vez mais divertida.




As ideias não paravam de aparecer. O Indicador disse para o Polegar:
Sabe aquele sinal de dinheiro? Vamos criar um passo com aquele sinal?
Que legal, vamos! Respondeu o Polegar.
E criaram o passo ESFREGAR -.


  

 



O irmão mais novo, o dedo Mínimo, disse para os outros:
Vamos, me acompanhem! De vagar, em fila, vai fechando.
Assim criaram o passo FECHAR GRADATIVAMENTE -.
Ainda o dedo Mínimo, guiando os irmãos, disse:
Agora vamos abrir! Vamos lá, em fila, de vagar, me sigam!
Estava criado o último passo da dança dos dedos, 
o passo ABRIR GRADATIVAMENTE .









A dança dos dedos ficou conhecida no mundo todo. Então, os dedos resolveram fazer um manual, ensinando essa dança a quantos quisessem aprendê-la.
No manual, cada passo da dança se escreve com a letra dos dedos envolvidos no passo e, acima dessa letra, coloca-se o símbolo do passo, isto é, do movimento dos dedos.






EXERCÍCIO


Prove que você conhece o manual dos passos da dança dos dedos. Ligue o movimento de dedos às letras correspondentes. Depois escreva a letra com o diacrítico de movimento.





Na aula seguinte,  mostra-se sinais que contenham movimentos.

(Nota.: Os sinais abaixo não estão escritos por inteiro, apresentam apenas os movimentos de dedos contidos nestes sinais.) 


Primeiro grupo de movimentos de dedos  

 
  (ziguezague de dedos)                           IGUAL


            
                  (fechar  dedos)                             ESCOLHER


                                    
            (fechar  dedos mais de uma vez)                             PINTO



           
           (abrir  dedos)                           DESPERTAR / ACORDAR 





                            
                        (abrir e fechar dedos)                             BORBOLETA



           
                        (abrir  dedos)                                         LUZ


              
        (abrir  dedos mais de uma vez)                      ENSINAR




      (Nota: Fonte dos sinais: Dicionário de Capovilla e Raphael, com exceção de PINTO)                                                  



 EXERCÍCIO

1) Ligue as figuras ao movimento de dedos de seu sinal, como no modelo.
          



2) Ligue o movimento de dedos às letras correspondentes. Depois escreva a letra com o diacrítico de movimento.






Segundo grupo de movimentos de dedos


                        
         (esfregar  dedos)                                      DINHEIRO     
                                    
                                  
                                                                                                  
   (abrir e fechar dedos em movimento tesoura)            TESOURA



                         
                     (dobrar  dedo)                                       CANETA                                       


              

        (fechar dedos gradativamente)              MUNDO / TERRA



              
        (esfregar  dedos)                               TERRA


                       (abrir gradativamente os dedos)                   EXPLICAR          

    (Nota: Fonte dos sinais: Dicionário de Capovilla e Raphael)





EXERCÍCIO

1) Ligue as figuras ao movimento de dedos de seu sinal.




2) Ligue o movimento de dedos às letras correspondentes. Depois escreva a letra com o diacrítico de movimento.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...